Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Onda Linux

Guardarei aqui as minhas experiências em Linux (coisas que funcionaram) como forma de ter um local aonde recorrer sempre que for necessário pois as vezes a memória nos atraiçoa. Aqui também serão divulgadas algumas notícias do mundo da Informática

Onda Linux

Guardarei aqui as minhas experiências em Linux (coisas que funcionaram) como forma de ter um local aonde recorrer sempre que for necessário pois as vezes a memória nos atraiçoa. Aqui também serão divulgadas algumas notícias do mundo da Informática

O meu primeiro Post - uma pequena reflexão sobre o software livre em Cabo Verde

ricardinoevora, 20.06.10

Não querendo por agora armar-me em expert em questões de software livre mas, penso que, sendo um tema actual sempre e sendo nós um país onde os recursos abundam por defeito, e num mundo globalizado, mais tarde ou mais cedo vamos ter que esbarrar na lógica dos direitos autorais e ter que pagar a alguém por uma licença de utilização de um S.O. qualquer ou de um software qualquer.

Economicamente pensando sendo que não sou nenhum economista, mas basta termos um dedo de testa para vermos que o zé povinho não vai poder viver eternamente no "Mascadjom*" eterno pois sendo Cabo Verde um País com quase meio milhão de habitantes (possivelmente mais quem sabe...) vamos ser notados com certeza e a pirataria de software existente por cá nesses lados do Atlântico médio vai ter que cessar.

Ora bem se cessar, alguém terá que pagar o preço e esse alguém é o usuário final que terá que pagar por cada licença de software que precisar de utilizar, e num pais pobre pode ser facilmente evitado, criando desde cedo nas escolas secundárias, Universidades cabo-verdianas o espírito livre que é a essência do Cabo-verdiano e esse espírito livre pode e deve ser pela adopção do software livre, como base essencial para o desenvolvimento de conhecimentos informáticos, para além de criar oportunidades de criação a curto médio prazo um SO livre baseado nas necessidades reais de um país arquipelágico.

Fazendo um exercício simples por exemplo o nosso NOSI -  poderia ser o motor dessa nova fase da economia de Cabo Verde, pois sendo um gabinete governamental com a nata das TIC de Cabo verde, já poderiam ter (não tenho conhecimentos que tenham) em forja um S.O. que sirva por exemplo para ser utilizado no programa do governo Mundu Novú, levando assim ao governo poupar milhões de contos, que seriam por exemplo na formação profissional (na área de desenvolvimento de software livre e manutenção de equipamentos com software livre instalados) de jovens para terem uma ferramenta baseada nessa filosofia, possibilitando assim os mesmos terem meios de sobrevivência (através de actividade geradora de rendimentos)...

 

Porque não ....

 

Fico  por cá sem deixar de enviar um abraço de agradecimento ao meu Amigo de luta João da Graça por me ter convidado a postar nesta ferramenta que tenho a certeza é a base em que nós todos amantes de software livre para um cabo verde 99.999999% Linux

 

 

*(termo crioulo que significa oportunismo, ou viver à custa dos outros ou do alheio)