Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Onda Linux

Guardarei aqui as minhas experiências em Linux (coisas que funcionaram) como forma de ter um local aonde recorrer sempre que for necessário pois as vezes a memória nos atraiçoa. Aqui também serão divulgadas algumas notícias do mundo da Informática

Onda Linux

Guardarei aqui as minhas experiências em Linux (coisas que funcionaram) como forma de ter um local aonde recorrer sempre que for necessário pois as vezes a memória nos atraiçoa. Aqui também serão divulgadas algumas notícias do mundo da Informática

Novo Google Chrome a cada seis semanas

terraterra, 22.07.10



Estamos assistindo a uma verdadeira guerra dos Navegadores. Enquanto a Mozilla anuncia o Firefox beta 2, a Google anuncia o lançamento de nova vero do Navegador Chrome a cada seis semanas. Este navegador que sempre foi caracterizado pela sua velocidade, agora vai entrar num ritmo frenético de desenvolvimento a fim de que possa ser apresentada uma nova versão estável a cada seis semanas, a metade do tempo antes despendido para cada nova release,  pelo que a Google adverte os utilizadores para que não se surpreendam ao verem nos próximos tempos os números das sucessivas versões a crescerem (6.0, 7.0, 8.0...) a um ritmo nunca visto anteriormente. Segundo a Google uma das razões para este novo ritmo é porque estão desenvolvendo novas funcionalidades com maior rapidez e querem partilhar com os utilizadores essas novas funcionalidades sem demora.  Mas quem sabe...poderá também ter a ver com a aproximação da data de lançamento do Google Chrome OS.

Chromium OS Zero

terraterra, 20.01.10

Enquanto o pessoal espera para o lançamento do Google Chrome OS (a não ser que seja feita uma compilação apartir do Código Fonte), o Chromium OS já está na área, da mesma forma como antes aconteceu com o navegador Google Chrome, onde o navegador Chromium surgiu para a comunidade do pinguim em primeiro lugar dado a não disponibilização logo no inicio do navegador Google Chrome para o Linux. Nisto o Chromium surgiu como um projecto independente, projecto este que foi facilitado da mesma maneira que o Chromium OS pela liberalização do Código Fonte pela Google, permitindo assim que outros desenvolvedores dessem a sua colaboração para o desenvolvimento do produto.
Para aqueles que gostam de experimentar coisas novas aqui vai:

Instruções para Linux

 

Instalação pela linha de comando

 

  1. Extraia o ChromeOS-Zero.img e execute o seguinte comando no mesmo directório do arquivo, onde X é o nome do dispositivo do seu drive USB. Certifique-se de usar o nome do dispositivo, e não a partição específica no dispositivo (use "sdb" NÃO "sdb1"). Se não tiver certeza do nome do seu dispositivo, tente "sudo fdisk-l". Isso mostra todas as partições de todas as unidades associadas, montadas ou não, incluindo seu sistema de arquivos. A unidade USB é tipicamente um dos últimos dispositivos mostrado. Se você não tem fdisk, e estiver usando o Ubuntu ou outra distro derivada do Debian, digite o comando "sudo apt-get install gparted". Uma vez que esteja instalado, você pode usar o Gparted (localizado no menu do seu Sistema de Administração) para descobrir a partição correcta de seu flash drive. Alternativamente, você pode usar o "mount" comando para ver uma lista de dispositivos de armazenamento e seu local de montagem. (AVISO: Um simples erro com dd pode levar à perda de dados grave. Faça sempre uma dupla verificação!)
  2. sudo dd if=ChromeOS-Zero.img of=/dev/X bs=4M
  3. Uma vez que o comando terminar, você poderá então arrancar a partir da unidade USB.


Instalação fácil


  1. Extraia o ChromeOS-Zero.img para qualquer local da sua escolha.
  2. Instale USB-ImageWriter usando Gerenciador de Pacotes Synaptic
  3. Vá ao Aplicações ->Acessórios -> ImageWriter
  4. Escolha o local de arquivos de imagem e a localização das unidades SD ou USB
  5. Faça a gravação da imagem e reinicie o computador.

Fonte original