Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Onda Linux

Guardarei aqui as minhas experiências em Linux (coisas que funcionaram) como forma de ter um local aonde recorrer sempre que for necessário pois as vezes a memória nos atraiçoa. Aqui também serão divulgadas algumas notícias do mundo da Informática

Onda Linux

Guardarei aqui as minhas experiências em Linux (coisas que funcionaram) como forma de ter um local aonde recorrer sempre que for necessário pois as vezes a memória nos atraiçoa. Aqui também serão divulgadas algumas notícias do mundo da Informática

Preparando-se para a instalação do Ubuntu - Parte V

terraterra, 10.12.09

Particionando

Logo após darmos o boot pelo CD do Gparted vai-nos aparecer uma tela mais ou menos assim:

Aquí vamos seleccionar Gparted Live (Default settings)


De seguida vamos ter a seguinte tela:

Aquí seleccionamos “Don't touch keymap”


A seguir vamos seleccinar o idioma

 

 

Na linha em amarelo onde diz Which language do you prefer (temos uma opção que vai de 01 a 34) vamos escolher no nosso caso o 22 que é o Português. Para isso teclamos 22 e de seguida damos ENTER.

 

 

A tela seguinte vai nos perguntar: Which mode do you prefer?

Aqui temos as opções (0), (1) e (2). Vamos escolher a opção (0) que é: Continue to start X to use Gparted automatically.

 

 

Teclamos 0 e damos ENTER.

 

 

OK! Agora o Gparted vai fazer uma leitura análise do nosso disco-duro e vai-nos apresentar uma tela mais ou menos assim:

 

 

O valor indicado em GiB no /dev/hda vai depender do tamanho em GiB do disco que temos. A figura acima serve só para exemplificar, mas pode variar de caso a caso. Em todo caso vamos considerar que aí onde temos Partition: /dev/hda1; File System: ntfs; Mount Point: /media/hda1; Label: Windows; Size: 24.41 GiB; Used: 21.66 GiB e Unused: 2.75 GiB temos outros valores que seriam o seguinte:

Partition: /dev/hda1; File System: ntfs; Mount Point: /media/hda1; Label: Windows; Size: 160 GiB; Used: 32 GiB e Unused: 128 GiB.


Agora vamos seleccionar o /dev/hda1:

 

 

De seguida clicamos em Resize/Move:

 

 

 


 

 

Agora vai-nos aparecer uma caixa de diálogo onde vamos ter que indicar o valor do redimensionamento:

 

 

Aquí vamos entrar o valor em MB em conformidade com o nosso esquema de partição.

1 GB= 1024 MB, mas vamos colocar aí no “New Size (MiB)” um valor de 50000 MB.


 

 

Os valores que vamos ter serão aproximadamente estes:

Free Space Preceding (MiB): 0

New Size (MiB): 50000

Free Space Following (MiB): 110000


Clicamos em Resize/Move e de seguida vai-nos apresentar o novo esquema da partição do disco-duro (mas ainda o particionamento não foi aplicado) logo de seguida clicamos em Apply e então vão-se efectivar as alterações e agora ficaremos com duas partições sendo uma ntfs com aproximadamente 50000 MB (aquela com o Windows) e uma outra não alocada com aproximadamente 110000 MB.


Bem, agora seleccionamos a partição de 110000 MB e repetimos o processo descrito atrás mas desta vez lá onde diz “New Size (MiB)” vamos por o valor de 60000 MB (esta virá a ser a nossa partição FAT 32). Seguimos de novo os passos indicados atrás.


Agora já ficamos com duas partições não alocadas. Vamos na partição criada, a nossa partição de 60000 MB selecciona-mo-la clicando com o botão direito do rato e de seguida no menu de atalho seleccionamos Formatar para> fat 32. Clicamos em Apply e pronto! Esta nossa primeira fase de particionamento já está.


Agora temos três partições: Uma ntfs com o Windows, uma fat 32 que nos vai servir de storage e uma outra não alocada onde vamos instalar o nosso Linux.

 

 

Já podemos sair do Gparted.

Damos duplo clic no ícono vermelho (Exit) situado no canto superior esquerdo e na caixa que aparece seleccionamos Reboot.

Aparecerá então a seguinte mensagem: The system is going down for reboot NOW!

Please remove the disc, close the tray (if any) and press ENTER to continue:


Após esta mensagem, retire o CD, prima ENTER. O computador reiniciará e então poderemos entrar no Windows e ver que tudo continua normal. Isto tudo funcionou perfeitamente com o Windows XP. As pessoas que estejam usando o Windows Vista ou o Windows 7 poderão ter que inserir o CD de instalação da versão do Windows instalado e no menu inicial escolher “reparar o sistema”. Pronto após tudo isso poderemos finalmente instalar o nosso Linux.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.