Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Onda Linux

Guardarei aqui as minhas experiências em Linux (coisas que funcionaram) como forma de ter um local aonde recorrer sempre que for necessário pois as vezes a memória nos atraiçoa. Aqui também serão divulgadas algumas notícias do mundo da Informática

Onda Linux

Guardarei aqui as minhas experiências em Linux (coisas que funcionaram) como forma de ter um local aonde recorrer sempre que for necessário pois as vezes a memória nos atraiçoa. Aqui também serão divulgadas algumas notícias do mundo da Informática

Nova versão do Virtualbox foi lançada pela Oracle

terraterra, 23.12.10

 

Esta versão, Virtualbox 4.0 foi disponibilizada desde ontem para Linux Mac e Windows e vem com melhorias significativas, uma interface fácil de usar, melhorias na compatibilidade com vídeos e outros componentes de hardware e ainda a possibilidade de novas funcionalidades com a adição de extensões. A interface foi melhorada. Há já uma extensão oferecida pela Oracle que possibilita o gerenciamento de dispositivos USB.

O Virtualbox pode ser baixado livremente pelos utilizadores Linux, Mac ou Windows.

Veja as novidades

Baixe Virtualbox 4.0

Ubuntu Font Family como prenda de Natal da Canonical para o mundo.

terraterra, 22.12.10

 

A Canonical anunciou ontem a disponibilização com a ajuda da Google da Ubuntu Font Family pelo projecto Ubuntu, para uso dos Web designers ou por qualquer pessoa que queira fazer uso dessas lindas fonts nascidas na Font Studio Dalton Maag e criadas especialmente para o S.O. Ubuntu. Essas fonts foram inauguradas com o Ubuntu 10.10 (Meverick Meerkat) a versão mais recente do Sistema Operativo Ubuntu. A partir de agora qualquer desenvolvedor Web poderá incluir a Ubuntu Font através da Google Font Directory nas suas websites, pelo que os visitantes das páginas poderão ver o texto nas páginas web que visitarem mesmo que não tenham essas fontes instaladas nos seus computadores , a Ubuntu Font Family veio enriquecer a tipografia em Linux.

“Our focus on design and usability in Ubuntu led us to create a font wich is at once beautiful and readable, We're delighted to share the Ubuntu Font Family with web designers around the world who want their websites to be stylish and readable in as many languages and browsers as possible.”

O mundo agradece à Canonical por esta bela prenda de Natal. Que venham mais do género para enriquecer o panorama tipográfico da Web!


 

Open Library disponibiliza novo E-Reader

terraterra, 09.12.10

 

 

A Open Library, um projecto sem fins lucrativos da Internet Archive, que tem como objectivo dedicar uma página web a todo o livro publicado, disponibilizou uma nova versão do seu leitor de e-book open source online com uma interface melhorada e com novas ferramentas. A Open Library disponibiliza mais de 2 milhões de livros que poderão ser lidos livremente online, também oferece a opção de Download ou ler em outros formatos. Há inclusive a funcionalidade de leitura por voz que funciona na maioria dos navegadores. Esta é a semana dos e-books!


Google inaugura loja digital de livros

terraterra, 06.12.10

 

Foi inaugurada hoje nos Estados Unidos a loja digital de livros da Google, loja essa há muito esperada, cuja demora deveu-se em parte às disputas legais no que tange aos direitos de autor.

A Goolge eBooks (nome da loja da Google) disponibiliza aos usuários cerca de 3 milhões de livros que poderão ser baixados em diversos tipos de aparelhos, sendo que essa possibilidade poderá levar a curto prazo ao domínio da Google nesse sector dominado até agora pela Amazon com o Kindle e pela loja iBookstore da Apple cujos suportes de leitura são aplicativos do iPhone e iPad. O futuro provável sucesso do Google eBooks poderá residir no facto do usuário não ficar amarrado a um aparelho em especial, o que condiciona imenso a liberdade e a mobilidade; ao facto da Google possuir devido ao seu motor de busca, de informações acerca das preferências dos seus utilizadores; por disponibilizar muitas obras grátis e pela possibilidade de ter à disposição do público uma grande variedade de títulos. Acho que isto poderá vir a representar uma revolução nesse sector que a nível de livros digitais poder-se-à comparar à democratização da literatura após o invento de Gutenberg no período da Renascença. Só falta a generalização de aparelhos com conexão à Internet para que o cenário se complete, mas a Google tem vindo a dar uma “ajudinha” nesse sentido contribuindo para o abaixamento dos preços dos Smartphones e Tablets ao ter lançado o Nexus One e o sistema Android, lançamento esse que deu um boost no sector de aparelhos portáteis inteligentes, e para breve o Chrome OS.