Guardarei aqui as minhas experiências em Linux (coisas que funcionaram) como forma de ter um local aonde recorrer sempre que for necessário pois as vezes a memória nos atraiçoa. Aqui também serão divulgadas algumas notícias do mundo da Informática
Segunda-feira, 5 de Julho de 2010
Compilando GIMP-2.7.1 no Fedora ou no Ubuntu

Não pude resistir à essa curiosidade de saber como estão as coisas com o nosso GIMP e então compilei o programa nos sistemas que normalmente uso: Fedora e Ubuntu. Basicamente o processo de compilação para os dois ou outro sistema Linux é o mesmo, salvo pequenas variantes. Desta vez quero partilhar os passos efectuados para compilar o GIMP a partir do Código Fonte. Vou usar como base o Fedora 13, mas também serve para o Ubuntu 10.04. Faremos a nossa instalação do GIMP-2.7.1 no directório /opt, assim podemos correr o programa sem que haja conflito com a versão do GIMP existente no nosso sistema.

Por enquanto vamos estar como usuário normal. Nos momentos do comando "make install" aí então usaremos o  comando "sudo", ou se não tem configurado o sudo no Fedora poderá entrar como root com o comando "su -".

 

Este comando vai criar na nossa pasta pessoal uma pasta temp onde vamos descompactar os nossos pacotes e uma outra pasta de nome pacotes onde serão descarregados os pacotes:

  • joao@star:~$mkdir -pv ~/temp/pacotes

Como a nossa instalação não vai ser no /usr onde a maior parte dos programas normalmente são instalados por pré definição, vamos ter que definir três variáveis que vão ter como objectivo indicar onde procurar por binários e bibliotecas em falta.

Isto vai ser necessário até ao final do processo. Se por alguma razão fechar a janela do  terminal ao longo do processo, deverá de novo dar os três comandos de export a fim de que possa continuar.

 

Copiar e colar este código:

  • export PATH=$PATH:/opt/gimp-2.7/bin && export PKG_CONFIG_PATH=/opt/gimp-2.7/lib/pkgconfig && export LD_LIBRARY_PATH=/opt/gimp-2.7/lib

Agora vamos baixar e instalar pacotes importantes para a compilação do gimp:

  • sudo yum-builddep gimp              (Se for no Fedora)
  • sudo apt-get build-dep gimp        (Se for no Ubuntu)

Vamos baixar o código fonte do GIMP-2.7.1

  • wget -P ~/temp/pacotes/ ftp://ftp.gimp.org/pub/gimp/v2.7/gimp-2.7.1.tar.bz2

Vamos baixar o gegl directamente para o nosso directório pacotes:

  • wget -P ~/temp/pacotes/ ftp://ftp.gimp.org/pub/gegl/0.1/gegl-0.1.2.tar.bz2

Por último Vamos baixar o babl para o nosso directório pacotes

  • wget -P ~/temp/pacotes/ ftp://ftp.gtk.org/pub/babl/0.1/babl-0.1.2.tar.bz2

Todos os nossos pacotes já foram baixados agora vamos descompactar, compilar e instalar.

 

Babl

Entramos na pasta temp

  • [joao@star ~]$ cd temp

Descompactamos nessa pasta o Babl:

  • [joao@star temp]$ tar xjf pacotes/babl-0.1.2.tar.bz2

Entramos nessa pasta babl gerada da descompactação:

  • [joao@star temp]$ cd babl-0.1.2/

Já dentro dessa pasta vamos dar o comando configure acompanhado do nosso prefix. Com o ./configure vai ser verificado se estão satisfeitas as bibliotecas necessárias para o aplicativo. O --prefix vai indicar onde queremos que o programa seja instalado.

  • [joao@star babl-0.1.2]$ ./configure --prefix=/opt/gimp-2.7

Com este comando make vamos fazer com que sejam gerados os executáveis (a compilação propriamente dita)

  • [joao@star babl-0.1.2]$ make

Foram gerados os executaveis agora vamos instalar o nosso programa já compilado:

  • [joao@star babl-0.1.2]$ sudo make install

Gegl

  • [joao@star babl-0.1.2]$ cd ..
  • [joao@star temp]$ tar xjf pacotes/gegl-0.1.2.tar.bz2
  • [joao@star temp]$ cd gegl-0.1.2/
  • [joao@star gegl-0.1.2]$ ./configure --prefix=/opt/gimp-2.7
  • [joao@star gegl-0.1.2]$ make
  • [joao@star gegl-0.1.2]$ sudo make install

GIMP 2.7.1

  • [joao@star gegl-0.1.2]$ cd ..
  • [joao@star temp]$ tar xjf pacotes/gimp-2.7.1.tar.bz2
  • [joao@star temp]$ cd gimp-2.7.1/
  • [joao@star gimp-2.7.1]$ ./configure --prefix=/opt/gimp-2.7
  • [joao@star gimp-2.7.1]$ make
  • [joao@star gimp-2.7.1]$ sudo make install

Após a instalação, para arrancarmos o GIMP é só digitar na consola o seguinte: /opt/gimp-2.7/bin/gimp-2.7 ou então vamos a um dos painéis, superior ou inferior do nosso ambiente de trabalho (eu prefiro o painel superior) clicamos com o botão direito do rato encima do painel e seleccionamos Adicionar ao Painel

 

Escolhemos Iniciador Personalizado de Aplicação e clicamos em Adicionar


 

Uma caixa de diálogo vai aparecer, na caixa comando vamos inserir: /opt/gimp-2.7/bin/gimp-2.7 e preenchemos o resto como acharmos melhor. De seguida clicamos na janela do ícone  e vai-nos aparecer a opção de escolha de um ícone.

 

Escolhemos o ícone e clicamos em Abrir

 

E pronto já temos o nosso iniciador personalizado. Agora é só clicar em OK!

 

Agora para arrancar o GIMP basta clicar no ícone no nosso painel!

 

Documento de apoio



publicado por terraterra às 13:23
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
CD de Instalação
Contactos para quem vive em Cabo Verde e quer um CD de instalação Fedora, Ubuntu ou Sabayon

Ilha de São Vicente:
Contactar com: João da Graça
Ou então o Telemóvel:
+(238) 9816737

Ilha de Santo Antão
Contactar com: Ricardino Évora
Ou então o Telemóvel:
+(238) 9830660
posts recentes

Google com tradução de co...

Nova versão do Virtualbox...

Ubuntu Font Family como p...

Open Library disponibiliz...

Google inaugura loja digi...

Chegou o Google Earth 6

Jolicloud

Me apaixonei por Fedora!

Google versus Facebook

Do Google Instant ao Inst...

arquivos

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

tags

todas as tags

Download OpenOffice
links
blogs SAPO